O CIRCO DOS HORRORES POR TRÁS DO ZOOLÓGICO DO RJ

Entenda a história de abusos e maus-tratos contra animais no Zoológico do Rio

 

Após inúmeras denúncias encaminhadas ao seu mandato em 2019, o vereador Dr. Marcos Paulo começou a investigar o que estava acontecendo no Zoológico do Rio de Janeiro.

Como presidente da Comissão Especial de Saúde Animal, o vereador reuniu documentos, solicitou informações à prefeitura e ouviu diversas testemunhas. Em novembro de 2019, fez uma vistoria no parque e ficou estarrecido com o que encontrou.

Na vistoria que fez ao Zoológico do RJ, o vereador se deparou com serras elétricas, tratores, muita poeira e operários trabalhando ao lado de animais fechados em celas mínimas que não deveriam estar ali, no meio daquele canteiro de obras, que já se arrasta há anos.

Àquela altura mais de 350 animais já haviam morrido dentro do Zoológico e  pelo menos 18 haviam sido furtados, incluindo uma Arara Azul, avaliada em até R$ 80 mil no mercado negro.  e centenas sofrem diariamente no Zoológico do Rio de Janeiro. Eles sofrem com o estresse de estarem confinados em espaços mínimos, no meio de um enorme canteiro de obras.

 

DENÚNCIA AO IBAMA E PEDIDO DE CPI

Diante do cenário desolador encontrado atrás dos muros do Zoológico do Rio de Janeiro, o vereador Dr. Marcos Paulo denunciou o fato ao IBAMA, cobrou explicações da Prefeitura em um extenso Requerimento de Informações e entrou com um pedido de abertura de CPI na Câmara Municipal.  

A empresa a quem a prefeitura entregou o Zoológico do RJ, a mesma que administra o AquaRio, assumiu o parque em 2016 com a promessa de entregar um novo zoológico. A promessa era de recintos mais amplos para os animais, em um prazo máximo de 24 meses.

Porém até hoje, setembro de 2020, nenhuma etapa da obra foi concluída. E mesmo assim a prefeitura, que deveria fiscalizar as obras e zelar pelo bem estar dos aninais, não aplicou sequer uma multa na empresa.

Além das mortes e furtos de animais dentro do Zoológico do RJ, pelo menos 186 animais foram doados ou emprestados até 2019 nessa nova gestão, muitos sem a devida documentação. Alguns inclusive foram “doados” para locais que vendem animais em operações que também precisam ser investigadas. 

Após conseguir os apoiamentos necessários, o vereador propôs e conseguiu  instalar em março de 2020 uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar todos os abusos que vêm sendo cometidos no Zoológico.

Os vereadores da base do prefeito fizeram uma manobra para que Dr. Marcos Paulo não assumisse a presidência da CPI que ele próprio propôs. Mas isso não impediu que seu mandato continuasse investigando e cobrando urgência para a situação dos animais que ainda sofrem no parque. 

Com a pandemia e o fechamento da Câmara Municipal, os trabalhos da CPI foram interrompidos. As obras dentro do Zoológico também pararam.

Agora, com a retomada das obras e dos trabalhos na câmara, o vereador Dr. Marcos Paulo luta pela retomada das investigações e por ações imediatas de proteção aos animais que ainda se encontram dentro do ZOO. 

 

 

MANIFESTO POPULAR EM DEFESA DOS ANIMAIS DO ZOO RJ

Paralelo às investigações e ao andamento da CPI do ZOO, o mandato do vereador Dr. Marcos Paulo criou um manifesto popular, para mobilizar a sociedade em defesa dos animais que ainda sofrem no parque.

A imagem usada para ilustrar o manifesto é do elefante Kaavan, considerado um dos animais mais solitários do mundo, após viver por anos em um Zoológico no Paquistão. Graças a protestos e campanhas de ativistas, ele conseguiu ser transferido para um santuário neste ano de 2020.  

O manifesto popular tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade e de obrigar a prefeitura e os órgãos ambientais a tomarem providências urgentes para resguardar a vida dos animais confinados no Zoo do RJ. 

Registre o seu apoio no manifesto popular e ajude a salvar os nossos animais do mandato.

ASSINE AQUI o Manifesto Popular EM DEFESA DOS ANIMAIS DO ZOO RJ.

Vereador Dr. Marcos Paulo