Chuva forte: cuidados com os animais em áreas de risco de alagamento

Presidente da Comissão de Saúde Animal, vereador Dr. Marcos Paulo, dá dicas de como proteger os animais.

Reprodução/TV Anhanguera

O risco de novos deslizamentos de terra e alagamentos em áreas de risco, nesta quarta-feira (08.02), deixa o morador da cidade do Rio de Janeiro preocupado. As autoridades alertam para os procedimentos a serem adotados em uma situação de emergência, mas, também há medidas de segurança a serem adotadas para a proteção dos animais que vivem nessas regiões.

O alerta é do médico e presidente da Comissão de Saúde Animal da Câmara do Rio, vereador Dr. Marcos Paulo. Segundo o parlamentar, é sempre bom ter um “plano de fuga” para que os animais também estejam protegidos:

– No momento de perigo, as pessoas ficam nervosas e, por isso, devem se planejar para o cuidado com o animal, que também contribui para a própria segurança do tutor. Muitas vezes, as pessoas colocam a sua vida em risco para salvar o animal de estimação, sendo que se tivessem se planejado, o risco diminuiria – explica o vereador, que é um dos defensores da causa animal na cidade.

Cuidados para proteger o animal

– Não deixar os animais em casa presos: em caso de deslizamento de terra, ele não conseguirá escapar para se salvar.

– Coleira com placa de identificação – constar o nome e telefone para o caso de desaparecimento.

– Plano de fuga para áreas de risco – mapear abrigos ou lugares seguros perto da sua casa, que aceitem animais, em casos de emergência.

– Evite deixá-los presos em áreas alagadas ou com água parada, pois pode ser perigoso para a saúde deles: há risco de leptospirose e de pneumonia, por exemplo.

Vereador Dr. Marcos Paulo